intercâmbio ESPORTIVO PARA Faculdade

Bolsa Esportiva é um programa de intercâmbio esportivo que obtém bolsas de estudos para atletas brasileiros terem a oportunidade de estudar e jogar em universidades americanas. Este programa tem como principal característica encontrar a Universidade que melhor se encaixa ao perfil e preferências do participante e intermediar todas as etapas do processo, desde a obtenção das bolsas de estudo até a admissão nas universidades e posterior viagem para ingressar na mesma.

O que a MVP Exchange faz?

Bolsa Esportiva é um programa de intercâmbio esportivo que obtém bolsas de estudos para atletas brasileiros terem a oportunidade de estudar e jogar em universidades americanas. Este programa tem como principal característica encontrar a Universidade que melhor se encaixa ao perfil e preferências do participante e intermediar todas as etapas do processo, desde a obtenção das bolsas de estudo até a admissão nas universidades e posterior viagem para ingressar na mesma.

  • Avaliação esportiva e acadêmica para determinar as chances de admissão e perspectivas de bolsas (esportivas e/ou acadêmicas).
  • Pesquisar as universidades que se encaixam no perfil esportivo e acadêmico e onde o atleta tenha chances de bolsas (esportivas e/ou acadêmicas)
  • Preparação e edição de vídeos e curriculum esportivo e acadêmico que serão enviados para as universidades e treinadores.
  • Contato com treinadores universitários para negociação de bolsas esportivas.
  • Contato com universidade para negociação de bolsas acadêmicas
  • Acompanhamento do atleta após chegar aos Estados Unidos e outros auxílios financeiros disponíveis.
  • Avaliação do nível de Inglês do atleta e preparação para os exames TOEFL e/ou SAT.
  • Inscrições nos exames TOEFL e SAT.
  • Preparação de todos formulários e documentos exigidos para admissão.
  • Inscrição e envio de todos documentos necessários para as ligas esportivas.
  • Traduções de todos documentos necessários.
  • Auxílio na obtenção de passaporte e visto de estudante.

OBJETIVO

O objetivo do programa de bolsas atléticas da MVP Exchange é encontrar universidades com custos, cursos, localização e nível esportivo compatíveis com as necessidades e capacidades de cada atleta. 

As propostas de bolsas de estudos recebidas pelos atletas serão feitas de acordo com o nível atlético do atleta, suas notas nos testes do TOEFL e SAT e também de seu desempenho escolar no Brasil. Quanto melhor o desempenho acadêmico e atlético, melhores serão as propostas recebidas pelos mesmos. 

É ideal iniciar o processo de 8 a 12 meses antes da data da viagem. Tal antecedência permite que o atleta tenha tempo suficiente para se preparar para as provas de inglês, preparar-se fisicamente e tecnicamente dentro do esporte de preferência, e que nossa equipe possa obter um número maior de opções de universidades para o estudante-atleta escolher. 

PRÉ-REQUISITOS

Idade: Entre 14 e 23 anos; (Precisa ter concluído o ensino médio para ingressar em uma universidade nos Estados Unidos, porém para iniciar a preparação o atleta pode estar cursando o mesmo).  

Duração: 4 anos(média);

Idioma: Inglês Básico/Intermediário e Avançado 

Esportes: Praticar um esporte (Futebol, Futebol Americano, Basquete, Vôlei, Beisebol, Natação, Golf, Tênis e E-Sports)

MVP responde: dúvidas mais frequentes

A MVP Exchange já enviou estudantes-atletas para mais de 200 universidades americanas, mas o grande diferencial do nosso programa é não apenas “encaixar” o estudante-atleta em uma universidade que temos convênio, e sim buscar as opções de universidades que atendam o perfil e necessidades de cada aluno (curso, localização, tamanho, nível acadêmico, necessidade de bolsa). Existem mais de 4.000 faculdades com bolsas atléticas nos EUA e cada faculdade busca um determinado perfil de estudante-atleta

O trabalho visando a obtenção de uma bolsa de estudos deve ser iniciado 12 meses antes da data marcada para a viagem. O ideal é iniciar o trabalho em abril ou maio do último ano do ensino médio, visando a entrada na universidade em agosto do ano seguinte. Porém nada impede que o atleta fique menos tempo no processo e consiga viajar para os Estados Unidos, tudo vai depender do seu desempenho e desenvolvimento dentro do programa. Cada estudante-atleta está em um nível acadêmico ou atlético diferente e por consequência, o tempo ideal de preparação com a MVP Exchange varia muito.

Tudo depende de uma soma de fatores, especialmente a data atual em comparação com a que o atleta se formou no colégio, porém podemos afirmar que a idade inicial é 14 anos e dos 23 anos em diante as opções de bolsas são menores e em alguns casos nulas, devido às exigências das ligas universitárias para um estudante-atleta ser liberado para jogar. Caso o estudante-atleta deseje apenas aplicar para estudar, não existe um limite de idade. Saiba mais

Sim, existem bolsas de 100%, mas elas não são comuns e muito difíceis de conseguir. Para receber uma bolsa de 100% o estudante-atleta precisa de uma soma de fatores como ótimas médias escolares, uma boa pontuação nas provas SAT/TOEFL e uma aptidão esportiva excelente demonstrada através dos vídeos com os seus melhores momentos, ainda somadas a combinação de um treinador obter esse valor em bolsa e se interessar pelo atleta.

As bolsas são válidas por 4 ou 5 anos, dependendo do curso, mas são sempre renovadas anualmente de acordo com o desempenho acadêmico do estudante. Para manter a bolsa o aluno precisa manter uma média mínima. Caso o aluno tenha notas muito boas, existe a possibilidade de a bolsa ser aumentada.

É necessário que o estudante tenha nível de inglês intermediário, uma vez que ele precisará fazer dois testes de inglês (TOEFL e SAT) para que seja aprovado pela universidade americana. O TOEFL é um teste de proficiência da língua inglesa(Interpretação de Texto, Conversação, Áudio e Redação) e o SAT é um teste de interpretação de texto, gramática e matemática. É importante ressaltar que os testes são complexos, e por isso é necessário que o estudante se prepare com muita disciplina e seriedade para aumentar as chances de admissão e de conseguir bolsas acadêmicas, uma nota mínima desejada é 61 no TOEFL o que seria 51% de pontuação, abaixo dessa nota serão menores as opções para os atletas. Há casos de sucesso em que o estudante-atleta se dedica 3 meses e obteve notas acima de 80%. Só depende de você!

As turmas viajam em Agosto ou Janeiro. Apesar do ano letivo nos EUA começar oficialmente em Agosto, a maioria das universidades é semestral, então é possível começar em janeiro também. Porém, a maioria das bolsas só são oferecidas para estudantes que começam a faculdade em Agosto, devido ao campeonato esportivo que se inicia em Agosto. Estudantes que começam as aulas em janeiro possuem menos opções.

Com exceção de direito, e em alguns casos Engenharia, medicina, veterinária e odontologia, qualquer outro curso pode ser feito nos EUA. Os mais comuns entre nossos estudantes são: Administração, Negócios do Esporte, Marketing, Finanças, Economia, Relações Internacionais, Comércio Exterior, Comunicação, Educação Física, Moda, Design e Arquitetura. Em alguns casos os atletas podem se formar com duas graduações, uma principal e uma secundária. Saiba mais

Sim. Dependendo do curso que o estudante faz no Brasil e da universidade americana para onde ele está indo, é possível aproveitar matérias que já foram feitas no Brasil, tudo depende da avaliação que o coordenador acadêmico da universidade americana vai fazer quando o estudante chegar nos EUA. Caso o estudante faça 1-2 anos de faculdade nos EUA e volte para o Brasil, também é possível aproveitar as matérias. Isso dependerá da avaliação que for feita pela universidade brasileira.

Existem diversos tipos de ligas nos Estados Unidos, NCAA DI, DII, DIII , NAIA, NCCAA , NJCAA entre outras. Cada liga tem o seu formato e as suas regras de “legibilidade” , A MVP auxilia no processo de validação da Legibilidade dos atletas com as ligas, porém a avaliação das ligas sobre quantos anos os atletas poderão atuar, depende somente e exclusivamente das próprias ligas.
O atleta pode atuar no máximo 4 anos pela sua universidade, porém ele pode atuar menos se assim a Liga entender que é correto. A avaliação que as ligas fazem, leva em consideração fatores como: (Participações em campeonatos amadores ou profissionais, tempo cursado em universidades no Brasil, se jogou futebol ou outro esporte por uma faculdade brasileira, há quanto tempo se formou no colegial, entre outros aspectos de avaliação interna dos mesmos). O cliente da MVP Exchange conta com nossa Assessoria para saber conduzir todos os aspectos avaliados pelas ligas.

Se você tiver atuado profissionalmente por um longo período, ficará inviável pois a liga não permite que atletas universitários tenham atuado profissionalmente, existem pequenas exceções a regra.

Estrutura Atlética das Faculdades

Todas as universidades possuem uma ótima estrutura e equipamentos para os seus departamentos atléticos, o atleta tem uma “vida de jogador” com viagens para jogar, treinos diários, premiações e disputas de campeonatos Estaduais e Nacionais. 

Vive realmente uma vida de jogador, participando primeiro da conferência e se for campeão ou bem ranqueado é convidado para disputar os Nacionais. Os Nacionais reúnem os melhores times universitários do país, é um torneio curto que é realizado em um estado diferente a cada 2/3  anos. 

A experiência esportiva é diferenciada, pois o atleta terá uma vivência com atletas internacionais do mundo inteiro, dessa forma entendendo e aprendendo diferentes estilos de jogos e conceitos de acordo com a cultura de cada país.

Outro fator interessante é a visibilidade dos jogos, muitos jogos são transmitidos online o que facilita para os amigos e familiares acompanharem o desempenho dos atletas nos Estados Unidos. Essa visibilidade também é positiva internamente, pois muitos atletas que alcançam um bom desempenho , recebem convites e propostas para participarem das ligas semi-profissionais(PDL,NPSL). 

As ligas semi-profissionais são uma ótima oportunidade para os jovens que ainda sonham em ser atletas profissionais, é com um ótimo desempenho durante os quatro anos universitários e nessas ligas que irão credenciar o atleta para receber convites para possíveis “Draft” e então se tornar um atleta profissional.

Nos Estados Unidos existem as “academys” dos clubes, são uma espécie de “escolinha” com um nível esportivo elevado, porém ainda hoje as Universidades são consideradas as categorias de base para os atletas virarem profissionais, isso devido ao alto investimento realizado por parte das Ligas/Universidades, os exemplos estão explícitos nos atletas destaques da NFL,NBA,MLB,MLS entre outras ligas americanas.